100%

Lei da Terceirização: medida é alvo de questionamento no Supremo

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve analisar a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5685 contra a Lei 13.429/2017, que trata da terceirização. A medida – sancionada pelo presidente da República no dia 31 de março – estabelece normas relativas a trabalho temporário nas empresas urbanas e a relações de trabalho na empresa de prestação de serviços a terceiros. A ação foi ajuizada pela Rede Sustentabilidade e terá a relatoria do ministro Gilmar Mendes. O partido pede a concessão de medida cautelar para suspender a eficácia da lei até a decisão final do STF sobre a matéria.

Para a Rede, a norma apresenta inconstitucionalidade formal. Isso porque, justifica a Rede, o projeto de lei ficou parado no Congresso Nacional por mais de três legislaturas após o requerimento, em 2003, pelo então presidente Lula. O Projeto de Lei 4.302 começou a tramitar em 1998, como proposta do então presidente Fernando Henrique Cardoso. “De modo surpreendente, o projeto de lei foi subitamente ressuscitado após a emissão de seus pareceres no próprio plenário da Câmara, momentos antes da votação, no dia 22/03/2017, com aprovação da matéria”, questiona.

Além disso, o autor defende que a lei ofende o princípio da proteção ao trabalho, entre outros preceitos constitucionais. O partido aponta que a ampliação irrestrita da terceirização, sem quaisquer cautelas mitigadoras dos seus perversos efeitos, dada a sua manifesta vocação predatória e precarizadora do mínimo equilíbrio desejável nas relações de emprego, ofende de modo inequívoco o alcance normativo do preceito constitucional do princípio da proteção ao trabalho.

Questiona-se, ainda, a terceirização nas atividades da Administração Pública. Para a Rede, a medida viola frontalmente o preceito fundamental do concurso público, previsto no artigo 37 (caput e inciso II) da Constituição. “Permitir a terceirização das atividades institucionais de órgãos e entidades da Administração Pública afigura violação grave ao núcleo essencial do princípio constitucional do concurso público, uma vez que o objetivo essencial do seu comando normativo é a promoção da isonomia”.

Agência CNM, com informações do STF


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios

Notícias

XXII Marcha: Prefeitos buscam inovação para Municípios em na Exposição
XXII Marcha: Prefeitos buscam inovação para Municípios em na Exposição

Credenciamento feito, o participante já entra direto na XI Exposição de Produtos, Serviços e Tecnologias. No espaço, encontra uma variedade de serviços e oportunidades para implementar no Município. O evento faz parte da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que tem início nesta segunda-feira 8 de abril, e se estende até o dia 11. Um dos primeiros a realizar o credenciamento, o prefeito de Chuí (RS), Marco Antônio Vasques Rodrigues Barbosa, quis chegar cedo para...

Câmara dos Deputados recebe sugestões para anteprojetos sobre barragens
Câmara dos Deputados recebe sugestões para anteprojetos sobre barragens

Gestores municipais e a população podem contribuir com oito anteprojetos que estão em análise no Congresso Nacional referentes à segurança das barragens de rejeitos da mineração. As propostas são da comissão externa da Câmara dos Deputados que investiga a tragédia socioambiental em Brumadinho (MG), e os parlamentares esperam receber as sugestões e colocar os textos para votação até o final de abril. Entre os pontos abordados, os anteprojetos aperfeiçoam as normas para...

Turismo é responsável por 8% da economia, participação no PIB cresce
Turismo é responsável por 8% da economia, participação no PIB cresce

A participação do Turismo no Produto Interno Bruto (PIB) nacional cresceu, nos últimos anos, e o setor já é responsável por mais de 8% da economia, com a cerca de 7 milhões de trabalhadores empregados. Os números foram mostrados pelo estudo do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, na sigla em inglês), que evidência o discurso e o trabalho da Confederação Nacional de Municípios (CNM), no sentido de mostrar os benefícios do setor para a economia e para a geração de...

Confederação apresenta emendas ao projeto que cria a Gestão Compartilhada
Confederação apresenta emendas ao projeto que cria a Gestão Compartilhada

Proposta com o objetivo de facilitar o acompanhamento orçamentário, financeiro e físico da execução de obras, da prestação de serviços públicos e da aquisição de materiais e equipamentos pelo cidadão acaba de receber contribuição da Confederação Nacional de Municípios (CNM) a fim de garantir a execução por parte da administração municipal. Por meio de uma articulação com o líder do maior bloco partidário da Câmara dos Deputados, o deputado Elmar Nascimento (DEM-BA),...

Dia da Mulher: planejamento com enfoque em gênero torna espaços públicos mais seguros e inclusivos
Dia da Mulher: planejamento com enfoque em gênero torna espaços públicos mais seguros e inclusivos

Planejar as cidades e desenvolver espaços públicos sob uma perspectiva de gênero pode parecer complexo e até restritivo, mas alguns exemplos na América Latina e do Norte, incluindo o Brasil, têm mostrado como tornar os centros urbanos mais seguros e inclusivos para as mulheres. Segundo o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia, as ações podem começar com a reavaliação da infraestrutura e de elementos como sinalização, visibilidade ou vigilância, que impactam diretamente...

Programas de erradicação da pobreza podem ser avaliados por índice multidimensional
Programas de erradicação da pobreza podem ser avaliados por índice multidimensional

Um critério técnico para avaliar o cumprimento pelo Brasil da erradicação da pobreza, um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), pode ser criado se o Projeto de Lei (PL) 218/2019 for aprovado pelo Congresso e sancionado pela presidência da República. A proposição determina que os resultados dos projetos criados pelo governo, com essa finalidade, sejam medidos e monitorados por índice multidimensional da pobreza. O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas...